top of page
florencia ribero.jpg

florencia ribero

Canto

ESTUDOU Escola Nacional de Arte Lírico do Uruguai | Instituto Superior de Arte do Teatro Cólon de Buenos Aires

BIO   

Florencia Ribero, Licenciada em Sociologia e formada em Música na Escola Nacional de Arte Lírico do Uruguay. 

Vencedora da categoria A de Juventudes Musicais do Uruguai no ano 2014, obtendo como prémio dois concertos na sala mais importante da capital. 

Participou do Festival Internacional “La escena vocal” em masterclasses com cantores reconhecidos e fez concertos a solo pelo país inteiro. 

Também trabalhou para o Coro Nacional e o Coro do Teatro Solis em várias óperas. 

Fez a sua estreia aos 23 anos com a personagem da Antonelli da Zarzuela “El duo de la Africana”. Também interpretou  a Donna Elvira da Ópera Don Giovanni  de Mozart  e A viúva alegre da famosa opereta de Lehar. 

No ano 2015 participou do Concurso Internacional de Canto Maria Callas no Teatro São Pedro no Brasil e no Concurso Internacional Ciudad de Trujillo em Peru. 

Co-fundadora da companhia de ópera independente “Dos orillas” com Paula Alba e a famosa atriz Argentina Patricia Palmer. Companhia com a qual fizeram concertos e masterclasses em Montevideo e Buenos Aires e produções de Ópera como Lúcia de Lammermour, Romeo e Julieta e Viúva Alegre. 

 No ano 2016 passou uma temporada a estudar no prestigioso Conservatório CodArts em Rotterdam, Países Baixos. 

No ano 2017, emigrou para Argentina após ganhar uma vaga através de uma exigente audição para estudar no Instituto Superior de Arte do Teatro Cólon de Buenos Aires, uma das instituições mais prestigiosas de América Latina. 

Paralelamente, formou-se em repertório latinoamericano, específicamente música argentina.  

A sua estreia no Teatro Colon foi a cantar  Selva Morale e spirituale de Monteverdi e também no teatro Empire a interpretar  o papel de Ñeca na estreia mundial da Ópera Stefano de Martin Palmieri, dirigida pelo Maestro Pablo Boggiano. 

Também interpretou a personagem da Giunone na Ópera La Calisto com a Companhia Ópera Periferica. 

Em 2019 participou do Concurso Internacional de canto Ciudad de Alicante na Espanha. 

 Atualmente reside em Portugal onde foi a ganhadora da Chamada 2020 da Fundação Cultursintra obtendo um contrato para fazer concertos a solo na Quinta da Regaleira. 

Foi finalista do famoso Talent Show Got Talent Portugal no ano 2020, onde apresentou o seu projeto Street Ópera que consiste em levar a Ópera a espaços não convencionais. 

É curadora em conjunto com outras artistas dos Domingos de Ópera na Fábrica Braço de Prata. Também trabalhou como preparadora vocal dos pregoeiros da Lotaria Nacional da Santa Casa de Lisboa. 

Participa ativamente em eventos para câmaras municipais e juntas de freguesia, tal como o evento Vindouro 2022 onde cantou para o Presidente da República Portuguesa. 

Nesse mesmo ano foi semifinalista do Concurso Internacional de Ópera do Teatro de la Maeatranza em Sevilha e participou do Summer Program Bologna Ópera Academy onde despertou o interesse de várias agências de talentos. 

O governo uruguaio concedeu uma bolsa para estudar na prestigiosa Academia Online Vincero Academy onde teve aulas com os maestros Abdiel Vazquez, Luís Ledesma, Daniele Orlando, Kirsten Chambers, Javier Camarena, Anthony Manoli, Pretty Yende, entre outros profissionais vinculados ao Metropolitan House de New York. 

Trabalhou no premiado Filme biográfico de Susana Guardiola e Marta Figueras “Descubriendo a José Padilla” junto ao tenor José Carreras e a cantora María José Montiel. 

E também fez parte da série web People of Lisbon do Stephen O’Regan vendido para a  TAP Portugal. 

Trabalha também como vocal coach da Academia de Música de Telheiras. 

No inicio do ano de 2023,assinou contrato exclusivo com a agência Bravíssimo Management. 

Recentemente cantou pela primeira vez no Palau da Música Catalã os coros da Ópera La Traviata de Verdi com a produtora Novaria Artists, onde regresará no verão 2023 para cantar a Micaela da Ópera Carmen de Bizet. 

 Entre os seus próximos compromissos encontram-se: Cover da Miss Jessel no CCB de Lisboa no mês de maio e para o verão estará cantando Minerva do Orphee aux enfers e Fiordiligi da Ópera Cosi fan tutte em Berlin, Donna Elvira em Triste, Itália como aluna do Ópera Studio de Oper Us, além de concertos em Hamburgo e Viena. 

 

Prevê-se também uma tour pela América Latina para o final do ano, organizada pela agência à qual pertence. 

bottom of page